Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017

BVS da Secretaria Municipal de São Paulo: modelo de gestão de informação e conhecimento a serviço da saúde para municípios

Teve início em 2009 as primeiras discussões entre a BIREME/OPAS/OMS e dirigentes da Secretaria Municipal de Saúde sobre projeto para desenvolver uma Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) da Escola Municipal de Saúde, àquela época ainda denominada CEFOR (Centro de Formação de Desenvolvimento dos Trabalhadores da Saúde). Decorridos dois anos, foi inaugurada em agosto de 2011 a primeira BVS de uma instancia municipal, tendo sido ampliado o escopo do projeto original para a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo.

A Biblioteca Virtual é a oportunidade que a Prefeitura de São Paulo tem, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, de oferecer nossos programas e serviços a todos àqueles que querem conhecê-los de uma maneira moderna. Além disso, é uma ferramenta voltada àqueles que vivem a rotina do serviço e querem se capacitar e aperfeiçoar seus conhecimentos. Na avaliação dos seus gestores, “é uma iniciativa extremamente positiva, que vai trazer agilidade e eficiência à gestão”.

A BVS SMS São Paulo é um modelo de gestão do conhecimento em saúde para municípios e disponibiliza em seu portal a vasta documentação técnico-científica da Secretaria Municipal da Saúde, como datas importantes, legislações vigentes, políticas públicas, programas e ações do Município, que se encontra à disposição para consulta em acesso livre, gratuito e equitativo por gestores, pesquisadores, funcionários da rede municipal de saúde, e profissionais de saúde. A BVS SMS é a primeira iniciativa municipal da rede BVS, que hoje inclui 120 instancias nacionais, temáticas e institucionais.

Apenas um ano após seu lançamento, a BVS SMS São Paulo atingiu a certificação, com base nos critérios descritos no portal do Modelo da BVS. O cumprimento desta meta em tempo tão exíguo exigiu dos gestores e da Rede da Secretaria um esforço considerável, para capacitar os bibliotecários e colaboradores das áreas que compõem a BVS, disponibilizar documentos no portal segundo a metodologia LILACS, realizar quatro reuniões do Comitê Consultivo, e manter atualizado o Espaço Colaborativo com notícias e eventos da Rede.

A BVS SMS também se caracteriza como uma ferramenta que colabora no processo de Educação Permanente dos profissionais da secretaria, contribuindo para a qualificação de gestores do Sistema Único de Saúde e fortalecimento da Saúde Pública.

Encontram-se atualmente disponíveis na BVS SMS mais de sete mil documentos, tais como trabalhos técnicos e científicos, monografias, relatos de caso, manuais e relatórios gerenciais, dados estatísticos, recursos educacionais, folhetos e material multimídia. Considerando o período de janeiro a agosto de 2013, o portal da BVS SMS recebeu 18.821 visitas.

O projeto para fortalecimento e manutenção da BVS SMS – Fase 2 encontra-se em discussão entre a Secretaria Municipal da Saúde e a BIREME, que tem como objetivo principal o fortalecimento da instancia como espaço de referência, desenvolvendo as capacidades dos profissionais da Secretaria Municipal da Saúde na gestão, operação e manutenção da BVS.

Estão previstos neste projeto o fortalecimento das capacidades técnicas e gerenciais dos Comitês Consultivo e Executivo e da Secretaria Executiva, para consolidar o modelo da BVS e assegurar sua sustentabilidade; aprimorar o sistema de busca e recuperação das Fontes de Informação da BVS SMS por meio da interface de busca integrada (IAHx); desenvolver um serviço de hospedagem para o Portal de Vídeos, o Repositório de Recursos Educacionais compatível com o Campus Virtual em Saúde Pública e o portal de Relatos de Experiências da SMS, além de cursos presenciais em comunicação e redação científica, metodologia LILACS, e pesquisa e recuperação de documentos por meio de estratégias de busca.

A BVS SMS São Paulo está consolidada como resultado de um trabalho cooperativo, desenvolvido entre as áreas técnicas vinculadas à Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo e pressupõem para os próximos anos um forte compromisso no sentido de garantir a continuidade de atualização permanente das suas fontes de informação em saúde pública.

.

voltar